O Perdão






O perdão não é um Dom, não é um sentimento; é uma virtude, que nasce dentro do nosso coração, nos dando a graça de nos libertar da magoa, que nos causou tanta dor, impedindo de virmos a conhecer o amor.

Amor este que fez se encarnar no seio de uma das mais simples mulheres, só para nos fazer sentir dentro do nosso ser, o valor do perdão.


O perdão é uma força interior que renova todo o nosso ser, jogando para fora toda a dor da magoa que habita dentro do nosso coração.

O perdão é composto pela sabedoria divina, e pela compreensão humana, para que possa ser real.

O perdão renasce da visão do sentimento do nosso coração, aonde vem vencer a nossa razão.

O perdão tem a força de curar todas as nossas dores emocionais, não deixando que a tristeza, angustia, e a depressão, entre outros, tomem conta do nosso espírito, evitando assim as terríveis doenças, orgânicas e psíquicas. Sim, porque quem não consegue se libertar da dor da magoa, não perdoando a si mesmo, e muito menos a quem tanto machucou seu coração, vive numa constante aflição.
Na realidade, nós precisamos reconhecer, e aceitar, que a dor que estamos sentindo não é culpa de ninguém, mas sim, nossa; por conta, de algo, que nós não devíamos ter feito, e fizemos, pois somos responsáveis pelos nossos próprios atos, por isso sofremos com as conseqüências. Ao reconhecermos o mal que nos causamos, damos espaço ao nosso coração para agir por si mesmo, jogando fora a nossa própria dor, colocando no lugar o amor, através do nosso próprio perdão. Ao nos perdoamos, adquirimos a compreensão necessária para perdoar de tudo o coração, o nosso irmão. Mas, quem não conseguir perdoar a si mesmo, jamais conseguirá o perdoar nem por um instante o seu semelhante.

O perdão doa-nos a alto-estima, nos fazendo sentir muito amados pelo amor, que está dentro do nosso coração, ao perdoar e se sentir perdoado.
O segredo do perdão, é perdoar incondicionalmente, aonde não há jogos de interesses, visíveis ou ocultos, de qualquer espécie.

O perdão pode se chamar de mãe, pois se faz de cego e surdo diante das magoas, onde passa por cima da dor, só para sentir o coração leve e feliz.

O perdão é doce, suave e leve, mas, tão amargo, rude e pesado ao mesmo tempo.
Doce, suave e leve, porque ao perdoamos, a nós mesmos, e quem e a nos feriu, nos tornamos pessoas carinhosas, delicadas, e nos sentimos tão leves que temos a sensação de estarmos flutuando, sem mesmos os nossos pés saírem do chão.
Amargo, rude, e pesado, quando não reconhecemos, nem aceitamos, que erramos conosco, e com os que convivem com a gente; por esta razão não conseguimos nos perdoar, nem perdoar aos demais. Como não temos consciência do que fizemos; não possuímos a graça do arrependimento, por esta razão não há motivo para perdoar e pedir o perdão.
Entretanto sem pedir e dar o perdão; sem perdoamos, e sermos perdoados, nos tornamos pessoas azedas, agressivas, sentindo o nosso corpo tão pesado, que temos a sensação de estamos carregando toneladas, em cima de nossas costas, fixando nossos pés ao chão, de tão forma, que mal conseguimos dar um passo de cada vez.

Perdoar não significa esquecer que um dia, fomos tão feridos pelos nossos queridos, entre os demais, mas sim, recordar dos acontecimentos, sem magoa, e sem a dor do sofrimento, apenas com a presença de muito amor. Amor este, que nos dá a visão da compreensão do porque que fomos tão feridos.

Por incrível que pareça, é muito mais fácil perdoar a um estranho, ao qual apenas respeitamos como pessoa, do que um membro de nossa família, e ao nosso melhor amigo. A verdade é que, entre um estranho, e nós, não existem laços afetivos, por isso nada podemos cobrar, e o que este nos disser ou fizer, nada sentimos, podemos até ficar sentidos por um tempo, mas logo passa.  Já quando o um ser do nosso sangue, ou o nosso melhor amigo, nos diz ou faz algo, que ás vezes, não é tão ofensivo assim, mas toca na sensibilidade do coração. O qual se sente ferido de uma forma tão profunda, que deixa a magoa tomar conta de todas as suas emoções, sustentado a sua dor, impedindo, que o perdão, fluía dentro si, para poder perdoar, voltando a amar incondicionalmente.
Tudo isto acontece, porque nós necessitamos de nos sentir muito queridos e amados, por quem mais nós amamos. Só que o sentimento do nosso coração, não aceita ser machucado, por quem, nós queremos tanto bem, mas quando isto acontece, ele faz nos sentir como se o mundo desabasse sobre nossas cabeças, nos fazendo sentir uma dor tão forte, que precisamos de tempo, para quem nos feriu, possa provar que o fiz, não propositalmente; mas porque também é o humano, que o amor que sentem por nós é muito maior do que a dor que provocou, nos libertando da magoa para renascer o perdão.

Perdoar é amar incondicionalmente.
Perdoar é sentir a dor, e passar por cima desta, só para não perder o Amor, e a felicidade que sentimos ao nos sentir muito queridos e amados, pelas pessoas que mais nos queremos bem.
Perdoar é esquecer a razão, para dar lugar a voz do sentimento do coração.
Perdoar é renovar o nosso interior, jogando para fora, todo o mal que a dor da magoa está nos causando, para virmos a conhecer, o bem que o Amor nos faz.
Perdoar é renascer, para viver em constante harmonia e paz.
Perdoar é sentir o amor de Jesus dentro do nosso coração, nos ensinando a descobrir o verdadeiro sentido de nossa vida. A qual é viver em total comunhão com Ele mesmo, ou seja, sermos apenas amor como Ele é, e o tudo o restante, são pequenos detalhes que não tem a mini-importância.

Só o Amor é vida.
Só o Amor é alegria
Só o Amor nos livra da dor, ao dar o perdão ao nosso irmão, para que possamos sentir a felicidade de viver a verdadeira amizade. A qual nos leva a sentir e a ver a face de Jesus, nesta nossa caminhada, é só abrirmos um pouquinho mais os nossos olhos, e escutaremos a voz do nosso coração.

Obrigado meu Deus, por tanto nos amares, por teu coração ser composto de compaixão, piedade, e Amor. Amor que se fez homem, só para nos ensinar o valor da verdadeira amizade. Amizade esta que nos fiz conhecer, e experimentar a humildade de pedir perdão, e sermos perdoados, de escutar o pedido de perdão, e perdoamos sem medo.
Obrigado de tudo o meu coração, pela tua existência, pelo teu eterno e único Amor.
Obrigado por nos mostrar que nossa vida, pode ser uma constante alegria, que nós jamais teremos um fim, pois quando este nos parecer que está perto, é porque é o recomeço.
Obrigado pelo segredo de viver na tua santa Paz.
Obrigado por teu amor incondicional, e nos mostrares, o valor e o segredo do perdão.

Comentários

  1. Quem perdoa tem o dom e a graça do amor na sua vida!
    Maria Alice, suas palavras são sempre muito aconchegantes!
    Gosto muito mesmo daqui!

    Beijos queridos.
    http://cynthiadayanne.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Minha querida!
    Esse texto é ótimo e nos leva a refletir sobre o perdão.
    Perdoar pra mim é um ato de amor que nos liberta e cura realmente nossas dores emocionais.
    Amo ler suas mensagens!
    Abraços! Uma semana radiante e abençoada pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga,

    Vim fazer minha visita e me acalentar com as suas palavras.

    O perdão é a mais sublime das virtudes!

    Beijos e boa semana

    ResponderExcluir
  4. Maria Alice, passo hoje aqui para te dizer que estou comprando o seu livro. Quero ler com calma, é um romance e merece ser lido com tempo. Quanto ao texto sobre o perdão, o perdão é divino, mas se não vier acompanhado do esquecimento da mágoa, não é perdão. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  5. Olá, Maria Alice. Bela reflexção! O perdão é a maior das virtudes. Perdoar é um grande ato de amor que liberta o coração! Obrigada sempre pelo seu carinho e boa sorte com o livro! Tenha uma semana de luz. Bjos!

    ResponderExcluir
  6. Olá , nunca deixo de passar aqui. Hoje começa um novoo dia e você tem a chance de recomeçar.
    "Muitos são chamados, mais poucos escolhidos " ( Mateus 22:14)
    Você pode escolher, vai querer fazer parte dos muitos chamados, ou dos escolhidos que vão fazer a diferença?
    Na fé . Obr Fernanda *-*

    ResponderExcluir
  7. Olá, Maria Alice

    Excelente texto sobre o perdão. Na realidade, o Perdão purifica-nos.

    Beijo

    Olinda

    ResponderExcluir
  8. E perdoar é divino...
    Uma semana de paz, amiga!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi amiga!

    Ontem estive aqui...começei a ler o texto...mais como estava com pressa..resolvi voltar hoje para poder ler inteiro e com calma para poder refletir!

    Nossa!fico encantada com tudo que vc escreve...com certeza tudo o que vc diz neste texto sobre perdão é a pura verdade...

    Quem tem amor no coração perdoa a quem o feriu...e se ferimos alguém de alguma forma só nos sentimos em paz se perdoarmos primeiro a nos mesmos... e depois o outro...mais para apagar qualquer rastro de dor temos que ser perdoados também!

    Aff!amiga!o perdão é tudo!sigamos o exemplo senhor Jesus!

    Eu sou uma abençoada por Deus!porque não sei guardar magoa...se machuco alguém sem intenção...no momento seguinte estou eu reconhecendo meu erro e pedindo perdão!quem me conhece sabe disto!
    è isto amiga!

    Tenha uma abençoada semana!

    Fico muito feliz por Deus ter colocado vc no meu caminho...seus textos me fazem muito bem..e me ajudam muito!a me entender..e a entender o meu próximo!

    Beijo!querida!

    ResponderExcluir
  10. Muito lindas suas palavras querida...sem dúvida alguma, o perdão é uma benção, pois liberta quem o dá e a quem o recebe...feliz daquele que perdoa e ama incondicionalmente...
    Que seja sublime sua semana...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  11. Perdão liberta amarras dois dois lados...Lindo! beijos,chica

    ResponderExcluir
  12. Que lindo seu texto. O perdão é a maior benção que podemos ter, e a libertação do nó na nossa vida. Nós liberta, nós purifica. Beijos e ótima semana.

    Smareis

    ResponderExcluir
  13. O perdão não é para todos, mas quem o descobre, aceita e coloca em prática, vive em estado de graça.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  14. Maria Alice,que belo e completo texto sobre o perdão,essa virtude divina tao necessária para a paz de cada coraçao!Linda msg!Desejo sucesso com seu novo livro tb!Bjs,

    ResponderExcluir
  15. Maria Alice,que belo e completo texto sobre o perdão,essa virtude divina tao necessária para a paz de cada coraçao!Linda msg!Desejo sucesso com seu novo livro tb!Bjs,

    ResponderExcluir
  16. A ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS comunica que estão abertas as
    inscrições para o VIII Concurso Plínio Motta de Poesias, do ano 2011.

    O concurso contemplará duas categorias:

    CATEGORIA I (até 16 anos)
    1° Prêmio: R$ 300,00
    2° Prêmio: R$ 200,00
    3° Prêmio: R$ 150,00
    Melhor intérprete: R$ 150,00

    ****
    CATEGORIA II (a partir de 17 anos)
    1° Prêmio: R$ 500,00
    2° Prêmio: R$ 300,00
    3° Prêmio: R$ 200,00
    Melhor intérprete: R$ 200,00

    PREMIAÇÃO:
    Dia 17 de novembro de 2011, em noite solene, na Biblioteca Municipal

    INSCRIÇÕES:
    Prazo: até 21 de outubro de 2011-09-11
    Valor: R$ 2,00 (dois reais)

    INFORMAÇÕES e REGULAMENTO
    Biblioteca Municipal Prof. Gentil Vieira da Silva
    Ruas Major Feliciano, 990 – centro – Machado-MG ( CEP: 37750-000 )
    (35) 3295-6099
    E-mail: machadocultural@gmail.com

    ResponderExcluir
  17. Lindas palavras...
    Desejo uma semana de paz e tranquilidade.
    Beijos de flores.
    Lua.

    ResponderExcluir
  18. Maria Alice,

    O perdão é a maior prova de amor que um ser humano pode dar ao outro. Assim diz a oração que Jesus nos ensinou: "Perdoai as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos ofendeu..." O perdão nos tira todo o peso do pecado e nos aproxima das bençãos de Deus...

    Linda postagem, querida!

    Um beijo de luz no seu coração

    Que a paz esteja sempre contigo

    ResponderExcluir
  19. Oi amada, maravilhoso texto, o perdao é uma forma de nos libertarmos de grandes pesadelos.
    Bjs e linda quarta.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua visita ao mundo mágico do coração!
Seja sempre muito bem vindo!
Volte sempre...
Abraço fraterno
Maria Alice