sexta-feira, 12 de setembro de 2014

E tudo parecia sereno


E tudo parecia sereno e tranquilo numa redoma de vidro preste a quebrar de uma hora para a outra.
 E eu nem tinha ideia do que se passava de lado de fora do meu mundo!

Eu sentia que a vida era muito mais do que eu via e vivia, mas o que, eu nem conseguia imaginar.
A escuridão ficava cada vez mais forte diante do que eu tinha que fazer toda o dia, ela era tão intensa que apertava meu coração de tal forma, que parecia que a vida ia se acabar em segundos.
Foi então, que um dia encontrei uma meminha que me falou assim:
- Veja, como o sol está lindo lá fora.
Mas eu não vi o sol, mas nuvens tão escuras, que o dia parecia noite.
Deixei a menina sozinha e voltei para minha redoma de vidro.
Aqui eu fiquei pensando o que aquela garotinha tinha me falado, e, no porque que ela me pediu para olhar para o sol, se estava prestes a cair uma forte tempestade. - quem sabe, só em cima de meus ombros...
Foi então que eu me apercebi que eu queria não estava aqui dentro.
Sai de dentro da redoma de vidro antes que ela me quebrasse por si mesma, e me machucasse de uma forma que não tivesse mais volta.
Segui porta a fora, vi um caminho arenoso, aonde ervas tentam crescer entre as pedras e nas beiradas do mesmo, mas não conseguem porque muitos já passaram por aqui em busca da sua liberdade rumo ao sol. 
Aonde a vida floresce com mais harmonia e alegria.
Aonde se é livre se tornando prisioneiro do Amor!




8 comentários:

  1. temos que enfrentar sempre os desafios, e a coragem aparece, pois uma força superior nos impulsiona a ter coragem e superar....
    Bjus e bom domingo,querida!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde!
    Amiga, ultimamente demoro nas visitas é que já não sou mais nenhuma jovem, mas como ainda estou na ativa, em sala de aula, requer que esteja sempre atualizada, não só eu como todos os colegas, estamos fazendo um curso aos sábados e consequentemente ficam muitas tarefas nos finais de semana.
    A Jovem que estava comigo a alguns anos, considerando da família, pois tinha toda minha confiança, mudou de endereço e ainda estou só com os afazeres de casa. Justifico, porque em algumas vezes não uso da mesma gentileza nas visitas como gostaria. Entro no face porque é bem mais rápido. Nos Blogs, organizo as postagens quando me sobra um tempinho e sempre estou visitando com um comentário colado o qual peço desculpas.
    O importante é que está aqui é um prazer e acima de tudo um novo aprendizado com suas postagens.
    Abraços, um domingo de paz e um início de semana iluminado pela Luz Divina.
    Lourdes Duarte.
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    Ha! querida fique a vontade quando gostar e desejar fazer postagens das minha aqui no seu cantinho. Será um prazer saber que aprovou. estou deixando o linque do meu outro blog. Bjuss

    ResponderExcluir
  3. Primeiramente, eu quero pedir desculpas pela minha demora em retribuir o seu doce comentário, mas este mês está bastante corrido para mim.
    É preciso sair da redoma de vidro e enfrentar a vida. Só vivendo que podemos encontrar o amor e amadurecer. Lindo texto. Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Alice, muito linda sua poesia! Bjs e boa semana pra vc,

    ResponderExcluir
  5. Para além da redoma, enxergamos a vida como ela é, com seus obstáculos a transpor e a glória de vencê-los. A esperança é que o sol sempre apareça depois da chuva!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  6. Oi Maria Alice:)

    Adorei o poema - lindo e encantador:)
    Peço desculpa pela ausência mas sempre que possa venho visitar-te:)

    Beijinhos

    ResponderExcluir

Muito obrigado pela sua visita ao mundo mágico do coração!
Seja sempre muito bem vindo!
Volte sempre...
Abraço fraterno
Maria Alice

Deus é contigo

Recadoseglitters.com