terça-feira, 3 de abril de 2012

Maria Mãe de Jesus e nossa









     

Maria que vieste ao mundo com o propósito de nos ajudar a conhecer o nosso Criador, o teu, nosso Pai e Amigo que nos Ama acima de tudo.


Maria tão pequenina, mas com tamanha responsabilidade.

Maria que possuis o mais belos dos tesouros.

Maria que amas a Deus com todo o seu coração, que possui uma grande virtude, a humildade.

Maria que é exaltada pelos anjos, que segues com muita humildade o caminho de Deus, aceitando sempre com muita alegria a Sua Vontade.

Maria, tu és uma menina de muita fé, com a tua força interior e com presença viva do amor de Deus dentro do teu coração, não duvidaste do que o anjo te disse, e disseste sim a vontade de Deus. Gerando o Seu filho no teu ventre, com graça do Amor para todo o sempre, com toda a ternura de teu coração.

Maria tão novinha se tornou a própria mãe de Deus

Maria tão simples e tão pobre, dentro de tua pureza e humildade, te tornastes a mais bela, a melhor mãe do mundo, a mais importante, a única, pois não houve, não há nem haverá outra igual,  a ti. Pois a Maior das maiores.

Maria tu te tornaste a Mãe do próprio Deus, que é o nosso Pai, pois geraste o seu filho, mas na tua humildade, tu te sentes sua filha.

Maria sempre Maria, é o teu nome, pois Nele está a própria graça de Deus.

Maria todo tu aceitaste com humildade e amor, e por esta razão sentes no teu ventre, principalmente dentro do teu coração; o fervor do Amor do teu, e nosso Pai como teu único e verdadeiro filho.

Maria tu és a mais bela das mães, pois em ti vive o verdadeiro mistério de Deus.


Maria tu sentes Deus dentro do coração e do teu ventre, nem por um segundo perdeste a perseverança na fé e no Amor, mediante a dor que sentes no teu coração; por não compreender o mistério do amor, que habita em teu corpo, e no teu ser.
Estás sempre confiante não tendo medo do desconhecido, para tua vida no dia seguinte.

Maria tu és a menina mais bela, que existe que existiu, e existirá no mundo e no universo. Tu és pura, em ti não há a mancha do que seja impuro. A tua fé, perseverança, e força fizeram com que o mal não tomasse posse de ti. Pois tanto, o teu espírito, como o teu bendito corpo, eles caminharam no caminho da luz, o caminho do puro Amor, aonde todo que é maligno se afasta, pois tu possuis a força da pura luz.

Maria, tu que suportaste a dor da  injustiça, quando mais precisavas de te sentir amada e protegida, pois sentias no teu coração e no teu ventre  a presença do verdadeiro Amor, mas não te compreendiam. Tu foste forte, humilde e perseverante na fé, ao passar este momento de tanta dor, e tanto Amor ao mesmo tempo.

Maria, tu és mesmo a mais bendita das mães, pois soubestes esperar com paciência e sabedoria, até á hora que o teu esposo conseguiu compreender em seu coração, o mistério, que no qual tu, e ele estais envolvidos.
A tua condição humana não impediu a tua perseverança no Amor, que fiz com que o acolhesses em teu coração, com muita ternura, sem pensar sequer por um segundo de o jogar, ou condenar por ele não ter entendido quando mais precisavas do seu carinho. Pois tu o amas e sentes que ele te ama também, e isso para ti é o que mais importa, pois em vossos corações só existe o mais puro amor.

Maria, tu és mesmo especial, trouxestes o teu filho a este mundo com toda a tua humildade, no mais humilde dos lugares, junto da companhia dos mais humildes. Tu nos passaste, e nos passas que a humildade é uma virtude tão simples, mas que pode nos elevar perante o olhar permanente de Deus, através de teu filho.

Maria, tu és a mais simples e humildes das mães, tens todo para se sentir a mais importante de nós, e o és, mas no teu coração continuas ainda mais humilde, para que através do teu exemplo possamos aprender a ser humildes, e através da humildade possamos ver a Deus, que se tornou o teu verdadeiro filho, do qual  tu te sentes  filha.

Maria, tu vês teu filho crescer, e notas visualmente que Ele é e se comporta diferente dos de mais. Pois começa a Se fazer conhecer para conhecermos o Seu e nosso Pai. Tu sofres toda a dor no silencio do teu coração. Mas mesmo assim sorris suavemente não deixando transparecer todo o teu sofrimento, pois sentes a força do Amor dentro do teu ser.

Maria, tu és filha, Mãe, e amiga. Tu és toda a força de todas as mães do mundo, em ti existe a força do Amor Maior.

Maria que sofreste quando teu filho separou de ti e de teu esposo, como mãe que ama, sentis naquele momento a dor da perda, mas quando o encontraste entre os doutores da lei, teu coração se alegrou, a felicidade de o ter reencontrado era tanta, que a dor que sentias até aqui, desapareceu, porque Ele a te tinha tirado com a presença de Seu Amor.

Maria, tu és sempre humildade, e usas a humildade para escutar a voz de teu filho, sem o questionar, mas que como sua mãe tens a sabedoria do Amor Maternal para o aconchegar em teu coração.

Maria que dás todo de ti para veres o teu filho feliz, mesmo que tenhas tão pouco para lhe dar; a não ser o teu maior tesouro, que é a ternura de teu coração. o qual igual ao teu, não existe outro igual. Pois a força do puro Amor que habita dentro do teu existir, e do teu ser.

Maria que ficas viúva, que perdes a presença de teu esposo, companheiro e amigo de todos os dias, a quem tanto quer bem. Sofres uma grande perda, e mais uma vez, teu coração sofre a dor em silencio, e se torna mais forte no meio de sua própria dor.


Maria mais uma vez, tu vês teu filho se afastar de ti fisicamente, sabes e sentes no teu coração, toda a dor que Ele vai passar; mas mesmo assim agüentas firme, e sentindo toda a sua dor, ainda consegues arrancar forças para lhe dar um carinhoso abraço e um beijinho em seu rosto, lhe dando um lindo sorriso, para que teu filho não perceba o quanto o teu coração está sofrendo por Ele.
Por sua vez, teu filho sabe de todo o segredo de teu coração e sai mais forte de tua presença, porque sentiu a força do Pai em ti.

Maria, que ao veres teu filho chegar, sais correndo em sua direção para o abraçar e aconchegar no teu coração com muita ternura. Ao vê-lo cheio de fome, cansado e cheio de areia do deserto em seu corpo, logo cuidas Dele como se ele ainda fosse um menino, apesar de estar bem crescidinho e bem forte, pois no deserto Ele se fortaleceu mais ainda.
Tu preparas lhe um delicioso banho, lhe enxugas os seus cabelos, e preparas o que ele mais gosta de comer, para ele saciar a sua fome, em seguida o colocas para descansar fazendo um carinho em sua testa; para que durma um sonho tranqüilo, sentindo a paz em sua casa com a sua família.

É Maria, no meio de tanta dor, ainda consegues sorrir, elevando os teus amigos, dando lhes a tua força, sabedoria, e esperança que o Amor tem a força Maior.

Maria, tu sentes o teu coração ficar apertado de tanta dor, toda a vez que teu filho sai com os seus amigos para se fazer conhecer, através Dele, o Pai.
Tu O amas demais e te dói ver o seu sofrimento, mas não o podes impedir, porque Ele não te pertence de verdade. É teu filho sem duvida alguma, mas Ele é de Deus, tu o sabes, e tens consciência e humildade para aceitar e agradecer de seres o mais Lindo, o mais Especial dos instrumentos de Amor nas mãos de Deus.

Maria, tu sentes no coração o pesado e forte sofrimento de teu filho, pois é o sofrimento dos sofrimentos de todos nós, sobre o Seu Corpo, Coração e Espírito, que por conseqüência no teu também.
Tu sabes e sentes o quanto o teu filho vai sofrer, mas mesmo com o teu coração sofrendo, aceitas com muita humildade a vontade de Deus, pelas mãos dos homens.

Maria, tu és a mais forte das mulheres, pois sentistes em teu coração e presenciaste cada memento de sofrimento de teu filho, mas tu agüentaste serena, calada, a dor do Seu  sofrimento em teu coração.
A maior dor foi vendo a certa distancia a dor de teu filho, sem poderes aliviá-la com o teu Amor Maternal, para que Ele se sentisse amado e protegido.

Maria, tu O acompanhaste todo o seu calvário, e a cada vez que Ele caía, tu tentas arrancar forças dentro de tua própria dor para lhe dar o teu amor, mesmo de longe.
Maria tu és realmente a mais forte das mães, mais serena, e terna.  A que sofreu mais e sofre até hoje.
Deus esteve e está contigo, pois só Ele para te dar a força, para agüentares com muita serenidade a dor de teu filho sendo pregado vivo na cruz, não o podendo impedir que o fizessem. Sentias dentro do teu coração uma flechada de dor ao escutares cada suspiro que dava, e que mal podias suportar. Pois não existe sofrimento maior, do que agente ver sofrer e sermos impedidos de fazer um simples gesto de carinho e amor para amenizar tanto sofrimento.

Maria, tu ao veres o teu filho elevado na cruz, sentes algo em teu coração, que teus olhos não podem ver. Sentes a presença do amor que te dá a força para agüentares firme a dor de teu coração; pois desta vez a dor é maior, e única, pois é a dor da morte.

Maria, tu que no meio dor do sofrimento físico de teu filho, suportastes todo esta provação no silencio de teu coração. Com a certeza que valeu a pena passar por tanta dor, por teres sido abençoada com esta infinita graça, para se fazer conhecer o Amor do Pai, atrvés do fruto do teu ventre, que é Deus feito homem, no teu filho Jesus.

Maria, o teu filho te fala no meio da sua dor que não chores por Ele, mas sim pelos seus irmãos, que são agora os teus filhos.
Nesta hora, tu não és só a mãe de teu filho pregado na cruz, mas a mãe de todos nós. Pois o teu coração é especial e tão acolhedor que no mesmo estante que teu filho falou, tu colocaste todos nós dentro dele. Amando-nos a cada um de nós mais que teu próprio coração.

Maria teu coração voltou a ter alegria ao ver teu filho e nosso irmão ressuscitado. O teu encontro com Ele foi mágico, e tão profundo, que o vosso coração ficou tão ligado que se tornou um só.
É no amor desta linda ligação, que nós conhecemos a Maria. É através de ti, ó Maria, que chegamos ao coração de teu filho Jesus, e é através do teu filho agora nosso irmão, que chegamos ao Pai, o Amor.

Maria, tu ficas feliz todas as vezes, que um de nós, os teus filhos te chama,  e vem ao teu ao encontro para que tu o ajudes a encontrar o caminho da redenção, do verdadeiro  Amor.
 Tu, que através de teres te tornado a mãe de teu filho, sofres não só por Ele, mas por cada um de nós que fecha os olhos para a luz, e nos afastamos do Amor.
 Tu sofres por cada um de nós na mesma proporção, que quando acompanhaste Jesus ao calvário, porque nos tornamos teus filhos, através de Deus, teu e nosso Pai; gerado no teu bendito ventre como teu filho e nosso irmão.
O teu sofrimento é muito maior agora, pois não tu és só, a mãe de um filho, mas a mãe de todos os filhos do mundo. E por esta razão tu sentes em teu coração, cada gota de sofrimento, de cada um de nós, os teus amados filhos.
Tu sofres mais ainda, quando desejas que nós te façamos conhecer, e que te amemos como tu, nos amas, mas nós nem sempre compreendemos, e entendemos o mistério de Deus, gerando no teu ventre e no teu coração, Deus feito homem.
Tu sofres, porque tu desejarias do fundo do teu coração tirar os dores do coração, de cada um, de nós, teus muitos amados filhos, mas não podes. Não por não possas, mas porque cada um de nós tem que caminhar sozinho na graça de Deus, como Jesus o fez.
Todos nós temos um caminho a seguir, e esse caminho se torna muito doloroso, e nos faz pegar a nossa própria cruz. Tu ó Maria, ficas de longe esperando que cada um de nós vá a teu socorro, pedindo um simples gesto de carinho, uma gota de teu puro amor, para nos matar a sede e vermos o caminho da luz, para chegarmos ao Pai.

Maria tu és a mãe Jesus e nossa, tu és a mãe que nos amas de verdade, e vê-las por nós.

Maria, obrigada, por teres dito sim a Deus. Hoje você está presente em cada mãe do mundo; tentando levar o teu amor, sabedoria, humildade e a beleza do teu puro coração, a cada um de teus filhos. Pois tu não os geraste em teu ventre, mas sim dentro de teu puro coração, com toda a tua ternura e eterno Amor.





5 comentários:

  1. Oi Maria Alice, passando para te desejar uma páscoa maravilhosa com muito chocolate, tenha uma ótima semana, bjus...

    ResponderExcluir
  2. Linda oração.....Amém!!

    Feliz Páscoa!!

    bjs

    ResponderExcluir
  3. Amém! Minha porção materna espelha-se em Maria avaliando o sofrimento e a abnegação dessa Santa Mãe!
    Bj. Feliz e Santa Páscoa!
    Célia.

    ResponderExcluir
  4. Ei Maria Alice
    A mãe de Jesus é uma grande intercessora de nossas mazelas junto ao seu filho.
    A minha fé em Maria é muito grande.
    Belíssima oração.
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Maria Alice! O som do nome Maria, por si só, já é lindo. Feliz Páscoa! Beijos!

    ResponderExcluir

Muito obrigado pela sua visita ao mundo mágico do coração!
Seja sempre muito bem vindo!
Volte sempre...
Abraço fraterno
Maria Alice

Deus é contigo

Recadoseglitters.com