Porque que tem que ser assim.










Mas porque, que as coisas têm que ser assim, e não de outra forma.

Porque que a gente complica tanto a nossa vida, se viver é tão simples.

Porque que a gente usa mais a razão, do que as emoções do nosso coração.

Porque que a gente insiste no erro, em vez de transformá-lo numa grande virtude.

Porque que a gente endurece o coração, na hora que mais precisam da nossa sensibilidade.

Porque a gente passa por cima da dor, fazendo de conta que está tudo bem, só para não conhecerem, os nossos sentimentos.



Porque que a gente consegue esconder a magoa, com receio de perder quem ama, e com isso termina perdendo mesmo, devido a transparecer que não se importa nem ligada.


Porque a gente insiste em se calar, em vez de falar o que está lhe fazendo mal ao seu coração.

Porque que a gente teima insistir no problema, se a solução está bem na frente de nossos olhos.

Porque que a gente não quer ser diferente dos demais, em vez de fazer a própria diferença.

Porque a gente vive com a malicia do mundo, e não com a pureza do coração.

Porque a gente liga mais para os bens materiais, do que para os sentimentos do coração.

Porque que as crianças já nascem usando a sua inocência na impureza do homem, do que a pureza do seu coração.


Porque é muito fácil fecharmos os olhos para aquilo não queremos  ver, do que  irmos á luta para transformar o nosso egoísmo em doação; a nossa tristeza em alegria; a nossa doença em saúde, o nosso ódio em perdão; a nossa magoa em reconciliação; a dor em amor; amor que contagia o nosso coração de alegria.

Porque quando mentimos, todos acreditam no que dizemos, mas quando dizemos a verdade, ninguém nos acredita. Pois levamos a vida inteira, tentando provar que somos quem nós somos, e é a verdade que dizemos, e não outra coisa.

Porque, que o bem,  que fazemos; muitas vezes, transparece que o fazemos por algum interesse próprio, e não por amor incondicional.

Porque nós nos importamos tanto com alguém, e este alguém nem liga para o quanto lhe queremos bem.

 Porque que quem mais ama o seu próximo, é quem mais sofre na vida.

Porque a gente tem uma idéia equivocada do que é ser feliz, e conquistar a nossa felicidade. A qual está, não no pensar em nós mesmos, mas no nosso próximo, uma vez, que esta não vem do mundo para dentro do nosso coração, mas sai deste para o mundo.

Porque sentimos tanto medo, quando nos encontramos sozinhos por mais de duas horas, se na realidade, Deus está dentro de nós todo o tempo, estando nós acompanhados, ou não. Na verdade, podemos estar sozinhos fisicamente, e nos sentirmos tão queridos e amados. Mas ao mesmo tempo, podemos nos encontrar no centro da multidão, e nos sentirmos tão desprotegidos e abandonados.

Porque tão fácil se deixar levar pela tristeza e dor, e tão difícil erguer nossa cabeça para conhecer a  alegria da força do amor.

Porque temos tanto medo de fazer alguém sorrir com a pureza de nosso coração, será que é por conta de parecermos que estamos sendo ridículos, em ser quem somos de verdade.

Porque temos tanto medo de abrir nosso coração, será que todos nós somos iguais uns aos outros, indignos de um voto de confiança, ou será por conta de já termos sido feridos a tal ponto, que temos pavor, de passar pela mesma dor, mas se não tentarmos, como vamos saber. È um enigma. Só a nossa fé na perseverança no amor de Deus, pode nos dar tal resposta.


Porque é mais fácil ser como todos os demais, do que ser diferente ao seguir no caminho da luz.

Porque hoje é mais fácil viver na tristeza e escuridão, do que sonhar caminhando sobre os campos verdejantes, florescidos e perfumados, debaixo de céu azul, e das cores do arco íris.

 Porque a gente só procura a Deus nas horas das tempestades, e não nos dias de primavera.

Porque, porque nós complicamos tanto a nossa vida, se ela é tão simples de ser vivida.

Porque, mas porque, que tudo tem que ser assim, se tudo podia ser diferente.

Abraçar com o coração, e não apenas com os braços.
Dar um abraço, como se fosse o ultimo, mas sendo o primeiro.

Beijar com carinho, e não apenas com o toque dos lábios no rosto.
Dar um beijo, não como um gesto comum, mas pela força do sentimento.

Dar um bom dia, boa tarde, e boa noite, pelo bem que quer, e não pela força do habito.

Deixar que as crianças, que sejam crianças, e não as forçar a ser adultas antes do tempo.
Fazer de um tudo, para que sua inocência permaneça o mais tempo possível, para que venham a se tornar adultos de coração puro, e não maliciosos.

Fazer o que o nosso amigo quer que façamos, não por um interesse em comum, mas sim pela força da amizade.

Dizer um não a um amigo; não, por não nos importamos; mas para levá-lo a refletir sobre o porquê deste mesmo não, e com isso fortalecer o elo de amizade.

Dizer sim, não só por compromisso de ser generoso, mas por amor.

Fazer de um tudo para que vivamos em paz e harmonia, não por dever ou obrigação, mas simplesmente por amor.

Fazer o passível, e impossível, para que o perdão reine dentro do nosso coração, colocando a nossa vida em sintonia com toda a natureza.


Enfim, sermos a fraternidade e harmonia do universo, ao nos tornarmos mais semelhantes a Deus.

Deus que é o nosso bem Maior, que é a fonte da nossa vida.










Comentários

  1. Quanto mais descomplicarmos as coisas, melhor será! beijos,lindo dia!chica

    ResponderExcluir
  2. Imaginemos se todos os dias fossem verão, isso porque eu gosto do verão, como ficaria a vegetação, os animais, meus semelhantes...
    As coisas tem que serem do jeito que nosso Pai Celestial colocou para nós desde a criação de tudo, no inicio da vida.
    Se aceitarmos de bom coração o que se apresenta, mesmo que não seja o que Eu gostaria ou você, pode acreditar, que tudo irá se resolver e de momento você estará ganhando um aprendizado maravilhoso.
    Feliz terça-feira
    Beijos e flores igualmente como tenho também recebido e aceitado da forma que vem.
    Nicinha

    ResponderExcluir
  3. Maria Alice, minha linda amiga,
    vá até o meu blog e veja o que eu faço com a dor... é um testemunho.
    Linda poesia
    Beijos,
    Martha

    ResponderExcluir
  4. Olá Maria Alice
    Fiquei toda arrepiada.
    Por quê?
    Porque o homem virou um estúpido da sua própria ignorância.
    Porque o homem quer chegar em primeiro lugar.Que lugar?
    Porque o homem mente e menospreza a inteligência de Deus.
    Porque à sua subida ao sucesso parece a Torre de Babel.
    Porque o homem está se tornando mau pela próprias consequências dos exemplos recebidos.
    Porque exitem casais que se matam com frieza, no lugar do seu coração há uma rocha intransponível.
    E o pior é que tem pai e mãe que matam seus próprios filhos e vice-versa pelo maldito dinheiro.
    No lugar do coração do homem deveria habitar o respeito a Deus e Ele está ficando irritado.
    É o começo do fim...
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  5. Bela mensagem...Espectacular....
    Muito obrigado pelo selo....
    Cumprimentos

    ResponderExcluir
  6. ´Há o momento certo para todas as coisas, debaixo de céu.que Deus nos dê a sensiblilidade para fazer sempre a coisa certa e nos proteja dos erros do impulso.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  7. Olá, querida Marai Alice
    Obrigada pelo llindo selo...Já postei aqui:

    http://espiritual-mimo.blogspot.com.br/2012/12/selo-700-seguidores.html

    Tem um convite pra vc no meu blog com data de ontem e ficaria muito feliz se aceitasse...

    Como diz o Salmo 146(147) o nosso coração despedaçado precisa deixar de ser tão duro... Deus nos restaura e nos torna maleáveis...
    Bjs de paz e bem

    ResponderExcluir
  8. Olá, Maria Alice!

    Obrigada pela sua visita e gentis palavras.

    BOM NATAL E FELIZ ANO NOVO!

    Beijo da Luz.

    ResponderExcluir
  9. Obrigada pelo seu carinho de sempre. Na próxima postagem ele estará em minhas páginas, minha querida!!!

    ResponderExcluir
  10. Estes e muitos outros "por quês" nos acompanham vida afora... Alguns respondemos, outros engasgamos... É a vida que nos cobra atitude.
    Bj. Célia.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua visita ao mundo mágico do coração!
Seja sempre muito bem vindo!
Volte sempre...
Abraço fraterno
Maria Alice