Suavidade da vida




Suavidade da vida, 
que me ensina 
a sorrir
toda a vez que preciso ir
em busca de uma explicação 
para o meu coração.


Sinto a fragrância da vida
a alegria 
de caminhar sobre o caminho
que me ajuda a seguir me destino
ao toque do sino 
sinto o carinho
do meu amigo
que segura a minha mão
me mostrando a necessidade
do meu irmão
de encontrar a sua liberdade
dentro dos valores morais
que o diferenciará dos racionais.

Vivencio a harmonia de meu viver
que me ajuda a compreender
a busca do ter
e a sensibilidade do ser.
Um diferença 
que tem a presença 
da sabedoria
do ancião
que promove a calmaria
e a união
do irmão
Para promover a paz
sem olhar para traz.

Acolho a ador
doando o amor
Colho a vida
e  a flor
e sinto a alegria
da presença do meu Criador.










Comentários

  1. Lindo,lindo Maria Alice!
    Sentimos sempre a presença do Criador,nosso Mestre Divino.
    bjs amiga e um ótimo final de semana.

    ResponderExcluir
  2. Doando amor recebemos também , mas nem sempre recebemos , mas é bom semear.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Queridos amigos, aos poucos estou voltando e matando a saudade de todos os blogs que gosto.
    Feliz por estar aqui...
    Adorei a postagem...

    Beijos

    Ani

    ResponderExcluir
  4. Oi Alice,
    Nunca devemos fazer o bem esperando que a pessoa retribua, mas uma outra fará a sua parte. Assim é a vida.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderExcluir
  5. lindo... lindooo

    tenha um fds abençoado =)

    ResponderExcluir
  6. Olá, queria Maria Alice
    Que o Criador lhe seja Companhia Infalível!!!
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  7. Lindo poema cheio de sentimento. Feliz dia da amizade, tem homenagem no blog

    ResponderExcluir
  8. Oi amiga Alice, com Deus na nossa vida tudo se torna melhor.
    Beijos e tenha uma ótima semana!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua visita ao mundo mágico do coração!
Seja sempre muito bem vindo!
Volte sempre...
Abraço fraterno
Maria Alice