terça-feira, 18 de maio de 2010

Porque julgamos sem antes ter certeza

“Quem escreve com a voz do coração, escuta a voz de Deus"



"Quem escreve com a voz da razão, nem sempre, vê a luz de Deus"



Não julgue sem conhecimento, seja ele grande ou pequeno, pois pode ser muito importante para nós, mas pode ser que seja o fim do outro.



Não julgue sem ter certeza de algo, pois pode ser que sejas julgado pelo mesmo critério que julgares.



Não te julgues o melhor, pois pode ser que encontres um melhor do que tu, podendo te tirar o que tens de melhor, a perfeição que tu pensas que tens, uma vez que todos nós somos imperfeitos.



Não julgue muito menos condene um mendigo por suas limitações, que o impediram de ir mais além, uma vez que tu não sabes as reais razões que o levaram, a esta fase da vida.



Não julgue uma pessoa que não sabe ler e escrever corretamente ou mesmo analfabeta, pois pode ser que um dia, tu possas vir precisar de sua experiência de vida, coisa que não se aprende nos melhores colégios e faculdades.



Não julgue as pessoas pela sua aparência física, pelos seus gestos, pelo que possui ou não de valor, ou ainda pelo seu nível intelectual. Antes de tudo tenta sentir o que está por trás do que estás vendo. Pois nem tudo é o que parece ser, á primeira vista.



Não julgues ninguém antes de olhar para o céu, porque todos nós independentemente de quem somos, e do que temos somos filhos do mesmo Pai.



Sempre que fores ler alguma coisa ou dizer algo a alguém, antes olhe com atenção tenta ver e sentir o que está diante de ti, isto irá te ajudar a sentir e a ver o que está por de trás do que estás vendo e lendo.



Não coloque os outros em teste, pode ser que venhas a ser testado pela mesma forma, e venhas a sentir o sabor da desilusão.



Não tires a esperança de uma criança, pois podes estar lhe tirando a vida.



Não faças pouco caso dos sentimentos dos animais, pois pode ser que um dia te tratem da mesma forma, ou ainda pior.



Toma cuidado na forma que dizes a verdade a alguém, mesmo que seja nas melhores das intenções, pois pode ser que esta pessoa te interprete mal, e se sinta magoada, em vez de ajudada.



Toma cuidado ao te julgares uma pessoa inteligente, pode ser que encontres pela frente, não uma pessoa mais inteligente que tu, e sim sábia. Pois a inteligência é para os homens comuns, mas a sabedoria é para os filhos de Deus.



Um homem inteligente chega muito longe, mas o sábio chega muito mais longe. Um homem inteligente usa sua inteligência tanto para o bem, como para o mal comum, mas o homem sábio conserva a vida, conseguindo ver e sentir, o que não se pode ver nem sentir, visivelmente. A sabedoria vai mais além do que a inteligência pode nos levar.



Toma cuidado com o esperto, com aquele que pensa que passou o outro para trás, pois ele não é nada inteligente e muito menos sábio.



A esperteza se adquire nas ruas com as pessoas que não se importam para os sentimentos de qualquer ser vivo, seja um animal, ou ser humano. A inteligência se adquire no colégio e na faculdade, já a sabedoria é adquirida com a vivência da nossa própria vida, através da voz do nosso coração, que nos ensina a escutar a voz de Deus.



Toma cuidado com aquele que diz ser teu amigo, porque pode ser um lobo em pele de cordeiro, uma vez que se diz teu amigo, pode ser o teu pior inimigo.



Toma cuidado com os conselhos, reflita bem antes de usá-los na tua vida, porque se eles servissem para todos, nós teríamos que comprá-los a preço de ouro. A verdade é que o mesmo conselho não serve para todas as pessoas, o que serve para ti, não serve para mim, mas pode servir e ajudar de verdade a outro. Os conselhos dependem muito da forma de vida e do jeito de ser de cada um de nós.



Toma cuidado com o teu orgulho, pois pode ser que este tampe a tua visão.



Toma cuidado com o que desejas para o outro, pode ser que venhas a provar do mesmo remédio.



Se tiveres que ajudar alguém, o faz diretamente e não te escondas atrás de tua sombra. Pois se o fizeres diretamente, tu verás realizado o bem que desejaste, e no futuro irás te orgulhar por ajudar alguém a crescer.



Se tu quiseres ver o teu trabalho dar resultado, aprende a não cobrar mais do que te podem dar.



Se tu quiseres ver o fruto da arvore que plantas, lhe dá tempo necessário para ela crescer.



Não fiques revoltado se tentastes ajudar alguém, e não pudeste ver publicamente a quem tentaste ajudar com as melhores das intenções. Se este acolheu ou não a tua ajuda, o importante é que tu fizeste a tua parte, pois não podemos forçar ninguém a fazer o que desejamos. Uma vez que o bem que acreditamos que seja, não significa que seja para o outro. A diferença está na forma da ajuda que é oferecida e como ela é recebida pela outro.



Se quiseres realmente ver as tuas boas intenções, presta mais atenção nos detalhes, e verás a evolução da tua boa intenção.



Se realmente quiseres que alguém cresça como pessoa ou profissionalmente, ajuda-o diretamente sem expor seus erros, suas faltas, suas fragilidade e limitações, o faz silenciosamente. Uma vez que o silencio tem muita mais força do que o barulho.



Já reparastes na diferença do mal e do bem?



O mal é barulhento, no entanto, o bem é silencioso.



O mal é indiscreto, no entanto, o bem é discreto.



O mal quer aparecer, no entanto, o bem é discreto.



O mal é orgulhoso, no entanto, o bem é humilde.



O mal é egoísta, no entanto, o bem é generoso.



O mal é mentiroso, no entanto, o bem é verdadeiro.



O mal pratica a hipocrisia, no entanto, o bem pratica apenas a veracidade.



O mal condena sem razão, entretanto, o bem faz juízo à justiça



O mal confunde, o ser com ter, no entanto o bem sabe o que quer, pois se preocupa muito mais com o ser do que com o ter.



O mal nos leva para a escuridão, no entanto, o bem para a luz.



O mal nos tira a visão, no entanto, o bem obre nossos olhos.



O mal nos ensina a revidar, no entanto, o bem a perdoar.



O mal nos causa dor, no entanto, o bem constrói o amor.



O mal nos leva até ao fim do poço, aonde não existe saída, mas o bem nos leva para cima, de encontro com a vida plena.



Com o mal nada se tem, mas com o bem aprendemos a sentir o amor, e com amor tudo é possível, mesmo sendo impossível aos olhos humanos.



Não adianta nos esconder atrás de alguém, de algo ou de nossa própria sombra, podemos até conseguir enganar alguém, mas não a todos, muito menos a Deus.



Que tudo sabe e tudo vê.



O que é mais importante para nós, não é o que os outros pensam a nosso respeito, mas o que Deus vê em nós. Pois, não é a nossa esperteza, nem a nossa inteligência, que vai nos levar aonde queremos chegar, mas a sabedoria que Deus nos dá, através da vivencia de nossa própria vida.



Acredite você ou não, é que não importa quantas voltas teremos que dar em nossa vida, por quantos caminhos teremos que seguir, todos nós temos um só destino, aonde nada mais importa a não ser o amor que compartilhamos com nossos irmãos em Cristo, pois sejamos nós ricos ou pobres, analfabetos ou doutores, independentemente de raça, cor, religião ou crença, todos nós somos filhos do mesmo Pai. “Deus”



Autora: Maria Alice Cerqueira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua visita ao mundo mágico do coração!
Seja sempre muito bem vindo!
Volte sempre...
Abraço fraterno
Maria Alice

Deus é contigo

Recadoseglitters.com